sexta-feira, 12 de setembro de 2008

ALDEBARAN



Aldebaran
By Leo (Luís Eduardo de Oliveira nome original do autor brasileiro)
Ed. Dargaud (Panini Comics na versão em portugues)


Sinopse: Num futuro distante, em um mundo longínquo, formado quase em sua totalidade por água e denominado Aldebaran, os primeiros colonizadores espaciais terrestres passam a presenciar estranhos fenômenos marinhos: aparentemente, uma poderosa e enigmática força está provocando morte e destruição em todo o planeta. Mas o que realmente estaria ocorrendo? Seria tudo obra de alguma criatura inteligente ou um extraordinário feito da natureza? Vítimas de uma tragédia que se abate sobre sua aldeia, os jovens Marc e Kim rumam para a capital de Aldebaran em busca de respostas para essas perguntas. Durante a jornada, eles fazem inúmeras descobertas, inclusive de uma sinistra conspiração que tenta esconder do povo deste estranho mundo o que verdadeiramente está ocorrendo.

.....................................................................................
"...Nascido no Rio de Janeiro e formado em engenharia mecânica em Porto Alegre, o quadrinista Léo é totalmente desconhecido pela quase totalidade de seus conterrâneos. Ou pelo menos era , até julho de 2006, data em que a editora Panini resolveu lançar no mercado brasileiro a série Aldebaran.
Na França, Leo é cultuado como autor de uma das melhores séries de fantasia e ficção dos últimos tempos, título que ele modestamente acha ser exagerado. Aldebaran conta a história dos primeiros colonizadores interplanetários saídos da Terra e mostra o desbravamento de um planeta com uma fauna exuberante, em um planeta estranho e quase todo aquático.
O desenho de Léo remete ao de Moebius, autor que na década de 70 consquistou o mundo com suas histórias de ficção publicadas nas revistas Pilote e Metal Hurlant, que viriam a ganhar versão globalizada na famosa Heavy Metal (entre as HQs de Moebius detacaram-se, por exemplo, O Incal, Garagem Hermética e a filosoficamente engraçada O Homem é Bom?)..."

Do site: http://hq.cosmo.com.br

Nenhum comentário: