sexta-feira, 20 de agosto de 2010

'Desenhista, desista!'




'Desenhista, desista!'

Existe muita cobrança e arrogância no meio artístico e cultural... Quer saber? Eu sou o que sou! Nem mais e nem menos. Muitos dos melhores ilustradores desse país se acham com o rei na barriga. Realmente seus trabalhos são fantásticos e de ótima qualidade, mas com ou sem qualidade, eu prefiro a turma nova de desenhistas que estão por aí! Essa mulecada que desenha por desenhar e se expõe apenas por fazer, sem esperar muita coisa disso (pelo menos uma parte dela). Não têm nariz em pé porque desenham para uma Marvel/DC Comics, ou porque seu álbum vendeu não sei quantas mil cópias na Saraiva ou outra megastore dessas, ou até mesmo porque seu nome é uma referência no frágil mercado nacional. Mercado esse aliás, que, pra dizer o mínimo, é risível, com um grupinho elitizado que o monopoliza e não tem o menor interesse em competir com novos talentos. A maioria deles são professores intitulados, designers gráficos/ilustradores renomados e celebridades da mídia (aqueles que passam na televisão).
Ser desenhista não é uma profissão, hábito ou ofício. Ser desenhista é simplesmente SER! Não tem data, hora, patrão, entrega, fama, classe social ou meio cultural. Desenho porque desenho! Independente se sou profissional, domino todas as técnicas de lápis, tintas, softwares ou se sou famoso ou anônimo, estou no palácio ou na rua, tenho ou não uma produção enorme e frenética, tenho ou não os meus trabalhos publicados em todos os lugares e por me gabar disso perante milhões que não conseguem mostrá-los nem pra própria mãe.

Nem todos os artistas nasceram prontos pra brilhar...

Sim, somos desenhistas!
Sim, somos tímidos!
Sim, somos aprendizes humildes!
Sim, somos muitos e somos românticos!

RM.

Nenhum comentário: